Grupo Fast Assessoria Financeira para sua empresa

Fast Assessoria Planejamento financeiro para empresas familiares



Fast Assessoria Saiba se a sua empresa está realmente gerando lucro



Fast Assessoria BPO Financeiro, Captação de créditos, contablidade, redução de custos e precificação



Grupo Fast Assessoria Financeira para sua empresa





Amigo empreendedor, você tem salário?

Meu amigo empreendedor, você tem salário?

Eu sou Hygor Duarte, consultor financeiro e mentor empresarial e hoje vamos falar sobre este tema mal cuidado nas empresas, especialmente quando são empresas familiares.

Sempre que começamos a organizar as finanças de algum cliente novo a principal pergunta no início do trabalho é: você tem um salário definido? E a triste realidade é que a cada 10 clientes, cerca de 8 não tem um salário definido e muitos sequer sabem o quanto retiram da empresa para suas despesas pessoais.

E já tive diversos casos em que o empreendedor afirmou de modo incisivo que não retirava “1 real” sequer da empresa. Aí eu me pergunto? E como vive? Como come? Como viaja tanto e de onde vem a grana para tudo isso? Será que trabalha por hobby?

E não demora muito para constatarmos que ele “acha” que não retira nada da empresa. Quando as retiradas pessoais são colocadas no papel vem aquele número mágico de R$ 10.000,00 no mês. E ele olha assustado e responde: isso está errado, não é possível.

Então vamos lá, se você realmente entende a importância deste assunto eu vou ajudar.

Seu salário representa o quanto vale a função que você representa hoje na empresa. Quando custaria contratar um substituto que fizesse exatamente o que você faz em seu negócio caso você precise se retirar por um tempo da empresa para cuidar da saúde, por exemplo.

Se a sua resposta foi R$ 3.000,00, este deverá ser o seu salário.

Hygor, mas minhas despesas pessoais não se pagam com este valor. Sem problemas, este será o seu salário e você deverá trabalhar para que sua empresa gere o lucro necessário para que você pague o restante de suas despesas.

Outro ponto importante é quando existem sócios que não trabalham na empresa. A palavra pro labore vem do latim e significa pelo trabalho. Sócios que não trabalham não tem direito a pró labore ou ainda devem ser remunerados pela quantidade de horas que dedicam para a empresa, caso trabalhem em tempo parcial.

Essa é a razão de muitos desentendimentos entre sócios. Sócio que não trabalha deve participar exclusivamente da distribuição de lucros, somente.

E um último detalhe, toda vez que você tem um salário alto e incompatível, sua substituição fica cada vez mais distante e você sempre será a pessoa que cobra o escanteio e que cabeceia.

Gostou dessa dica? 





Saiba se a sua empresa está realmente gerando lucro
Postes Recentes
Empresa sem controle financeiro: perigo à vista
Dirigir uma empresa sem um controle financeiro é como dirigir um carro, à noite, com os faróis desligados.
FALTA DE DINHEIRO NO CAIXA DA EMPRESA
O que acontece normalmente com uma empresa que está sem dinheiro em caixa? Em vez de ela trabalhar com o dinheiro do cliente, é o cliente que trabalha com o dinheiro dela.
Pagamento de contas a prazo
Contas a pagar, contas a receber. Aprenda como ganhar dinheiro com isso em sua empresa.
Empresa sem controle financeiro: perigo à vista
Dirigir uma empresa sem um controle financeiro é como dirigir um carro, à noite, com os faróis desligados.
FALTA DE DINHEIRO NO CAIXA DA EMPRESA
O que acontece normalmente com uma empresa que está sem dinheiro em caixa? Em vez de ela trabalhar com o dinheiro do cliente, é o cliente que trabalha com o dinheiro dela.