Assessoria

Assessoria Financeira Sorocaba Consultoria Financeira Sorocaba Organização Financeira Sorocaba



Consultoria Empresarial Sorocaba Franquia Financeira Sorocaba Redução de Custos Sorocaba



Assessoria Financeira Sorocaba Consultoria Financeira Sorocaba Organização Financeira Sorocaba



Consultoria Empresarial Sorocaba Franquia Financeira Sorocaba Redução de Custos Sorocaba



7 dicas simples para reduzir custos na sua empresa

Faz parte do fluxo de caixa reduzir custos. Assim, você terá mais dinheiro no final do mês.


7 dicas simples para reduzir custos na sua empresa Consultoria Empresarial Sorocaba Franquia Financeira Sorocaba Redução de Custos Sorocaba

Faz parte do fluxo de caixa reduzir custos. Assim, você terá mais dinheiro no final do mês. Nesse sentido, é importante que o empresário saiba diferenciar o que é custo e o que é despesa. Desse modo, ele saberá onde e como usar a tesoura de modo adequado para não comprometer a produtividade. Sendo assim, veja neste artigo sete dicas que separei para você aplicar na sua empresa.

 

De modo geral, toda corporação, independentemente do porte, possui quatro tipos de custos. Veja as definições e exemplos:

 

diretos: são os custos diretamente ligados na formação do preço do seu produto ou serviço. Portanto, quando um insumo sobe ou cai, o seu preço também será afetado. É como o valor do trigo para uma padaria. Quando a matéria-prima é valorizada no mercado, o pãozinho fica mais caro.

 

indireto: os custos indiretos não estão diretamente ligados à produção, mas sem eles não é possível abrir as portas do seu estabelecimento. Entram nesta classificação a água, a internet e a luz, por exemplo.

 

fixos: já os custos fixos não sofrem oscilações no decorrer de um ano, bem como não varia conforme a sua produção. O melhor exemplo é o aluguel do estabelecimento, que tem reajuste apenas anual.

 

variáveis: os custos variáveis de uma empresa estão relacionados à produtividade. No exemplo da padaria, quanto mais pãezinhos são produzidos por dia, mais se gasta trigo. Portanto, o trigo também é um custo variável, pois pode pesar na balanço no final do mês.

 

E, então, conseguiu identificar os custos diretos, indiretos, fixos e variáveis na sua empresa? Veja, agora, como é importante discernir custo de despesa.

 

custo: é tudo aquilo que está relacionado à produção do seu produto ou a oferta do seu serviço. Sem o elemento, você não pode colocar sua empresa em operação. O exemplo disso é o pagamento da internet para uma agência de comunicação. Sem o fornecimento do serviço não é possível fazer anúncios e se relacionar com os clientes.

 

despesa: já a despesa é tudo o que a empresa mantém, mas não está relacionada ao seu produto final ou serviço oferecido. É como o cafezinho servido aos funcionários e clientes. Sem ele é perfeitamente possível manter a produção (para desespero dos fãs de uma boa xícara de café).

 

Portanto, depois dessa breve explicação, vamos às dicas do que você pode fazer para reduzir custos na sua empresa e ter mais dinheiro em caixa.

 

1.Energia elétrica

 

Luzes acesas em salas vazias e equipamentos ligados à tomada sem estarem sendo usados. Isso somado a lâmpadas fluorescentes, que duram menos e gastam mais energia elétrica. Portanto, é interessante fazer um investimento inicial na compra de lâmpadas LED, que duram até cinco vezes mais que as fluorescentes.

 

É interessante ainda colocar lembretes nos interruptores para apagar as luzes ao deixar o ambiente. Se não funcionar, experimente instalar sensores de presença nos cômodos, que apagam as luzes automaticamente com a saída das pessoas. E não deixe de orientar os funcionários a aproveitarem a luz e a ventilação naturais, economizando assim o uso de aparelhos de ar-condicionado.

 

2.Impressões

 

Você monitora os gastos com impressão de papéis na sua empresa? Medidas simples, como configurar a impressora para imprimir frente e verso, já gera economia de papel. Entretanto também é importante contar com a colaboração dos funcionários para não imprimirem documentos pessoais, nem fotos que gastam mais tinta. Há ainda meios para monitorar o uso das impressoras por setor e confeccionar relatórios de uso para que eles possam ser analisados ao final do mês.

 

3.Campanhas

 

A competição saudável sempre é positiva no ambiente corporativo. O que você acha de criar campanhas para reduzir custos nos setores? Assim, ao final de um determinado período, você poderá premiar o setor ou o funcionário que conseguiu economizar mais. Um café da manhã já é um brinde interessante. Pequenas disputas são saudáveis e trazem bons resultados na conscientização coletiva com o passar do tempo.

 

4.Copos descartáveis

 

Já parou para pensar nas vezes em que um funcionário ou diretor usa um copo descartável, joga na lixeira e, momentos depois, pega outro copo, repetindo a ação? O copo de plástico, além dos danos ao meio ambiente, é uma despesa (e não um custo) para a sua empresa. Nesse sentido, incentive o colaborador a trazer uma garrafinha de casa e tenha xícaras personalizadas para o café. Mantenha copos descartáveis apenas para eventualidades ou a visita de clientes e fornecedores.

 

5.Telefonia

 

Você sabe se o plano de telefonia e internet contratado é o mais adequado para o seu perfil de uso? Muitas vezes, após um diagnóstico, você pode identificar que está gastando mais do que obtendo benefícios com o seu plano de internet, de telefonia fixa e móvel. Também é interessante investigar o uso dos produtos pelos funcionários e gestores. Não são raros casos em que são baixados filmes durante o expediente ou feitas ligações interurbanas particulares no horário de trabalho.

 

6.Reuniões on-line

 

As reuniões físicas são importantes, mas também são acompanhadas de custos de combustível, de pedágio, de alimentação e de hospedagem (dependendo do local). Portanto, é interessante avaliar até que ponto é importante fazer o deslocamento. Hoje existem muitas plataformas e aplicativos que permitem reuniões on-line, reduzindo assim os custos de uma viagem de negócios.

 

7.Taxas bancárias

 

Já tratamos outras vezes no blog o quanto as tarifas bancárias podem pesar no caixa de uma empresa. Muitas vezes há taxas e serviços extras que nem estão sendo aproveitados, mas vêm todos os meses no seu extrato bancário. Desse modo, a saída é fazer um diagnóstico e verificar o que pode ser negociado com o banco e até mesmo cancelado. Afinal, você pode estar perdendo dinheiro sem saber.

 

Em resumo, reduzir custos e despesas é a forma mais inteligente de ter uma gestão eficaz e que gera mais lucratividade. Eu, Hygor Duarte, mentor empresarial e empresário do ramo de assessoria financeira para pequenos negócios, posso dizer que a economia é sempre bem-vinda no mundo corporativo.

 

Se você deseja conhecer melhor as soluções para redução de despesas do seu negócio, acesse o site da Fast Assessoria e conheça os serviços que oferecemos ao pequeno empresário para ele ter mais lucro e desenvolver sua empresa.

 

Hygor Duarte

CEO do Grupo Fast, empreendedor e mentor empresarial, professor de cursos preparatórios para certificações Anbima, palestrante, pai de autista e idealizador do Programa 33.



Data: 23/03/2020




Compartilhar: